TESTEMUNHO – O ÔNIBUS

O TESTEMUNHO – O ÔNIBUS
Como pastor tenho visto vários testemunhos mais alguns, são muito interessantes, e senti de compartilhar esse com vocês. Certa vez, um crente desviado entrou no ônibus, e ao ver a Bíblia próxima ao motorista, resolveu curti com ele, e disse:
_Rapaz, como você dirige com esse homem em cima do ônibus, ele pode cair, e no mais pra que ele esta vestido com asa, não estou entendendo?
Ele ficou aguardando a reação do motorista, crendo que ele iria acreditar que se tratava de um anjo, e queria vê sua reação. O motorista ao ouvir a estória não teve dúvidas, desceu do ônibus e começou a glorificar a Deus, então voltou ao ônibus e falou para o ex-crente.
_Foi Deus que te enviou, antes de parar o ônibus nesta parada eu estava frio na fé, e pedi ao senhor que me desse uma prova de sua existência, pois estava querendo abandonar a igreja, neste instante você entrou e me falou de um anjo sobre o ônibus, que Deus continue abrindo sua visão espiritual para fortalecer a fé de outras pessoas.
Neste momento o ex-crente que queria apenas curti, ficou sem graça e arrependido resolveu ir a igreja pedi perdão por tentar ludibriar um crente na fé, e tocado pelo arrependimento reatou com a igreja e hoje é pastor no norte do Brasil.
Esta é uma história verídica, pois conheço o Pastor. O que é relevante nesta história, foi a forma que Deus usou para dois descrentes fortalecerem sua fé. E mesmo que alguém seja usado pelo diabo para debochar de um cristão, acaba por fortalecê-lo, caso esse crente seja verdadeiro e fiel com deus.
Rom 8:28 –
E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito
Pastor Júlio
Se você tem algum testemunho interessante deixa-o como comentário para os demais leitores, fique na paz!
Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Compartilhar é se importar!

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *