SOU PROTESTANTE… E VOCÊ ?

Sou protestante… e você ???
                   Amados, tenho estado com minha alma “ em sobressaltos”, pois sinto que o Senhor Jesus tem esperado de sua Igreja, nestes últimos tempos, uma postura de Autoridade e Ousadia, uma postura de Liderança, um grito forte perante as questões que tem feito com que o homem que ELE criou à sua Imagem e Semelhança  se deteriore espiritualmente e moralmente.
                    Todas as vezes que me lembro da Reforma de Martinho Luthero, sinto saudades como se tivesse estado lá, como se tivesse vivido todos os riscos que ele e os reformadores viveram… e, no meio deste “ mar de saudades “ caí diante de uma realidade: NÓS EVANGÉLICOS PRECISAMOS URGENTEMENTE VOLTARMOS A SER PROTESTANTES ! 
                     Amados, ACORDEMOS ! Estamos calados demais e as pedras estão clamando por nós ! Já não basta estarmos ouvindo à todo instante que somos desunidos e que é uma utopia desejar a união das denominações          ( Isso dito, na maioria das vezes por líderes evangélicos )  ? Tenho então que aceitar que somos unidos somente numa única coisa: no Egoísmo e no Egocentrismo ? Onde os interesses denominacionais e o “ poder “ dos dirigentes das igrejas se sobrepõe à obra de Deus e às razões bíblicas ?
                      Desejo conclamar à todos os VERDADEIROS EVANGÉLICOS DESTE PAÍS a que nos levantemos e protestemos, a que voltemos a sermos conhecidos como PROTESTANTES. A Igreja Católica tem tomado em suas mãos lutas que deveriam pertencer a nós e temos assistidos sentados e com desdém, tais lutas,  sem ao menos expressarmos nossa posição ! Quando não um ou outro solitário Pastor ou líder de uma igreja alça sua voz que acaba por soar tênua e fracamente no meio da multidão de silenciosos…
                      Irmãos, quero protestar com vocês, independente de nossas denominações, para começar, pela política, pois, na maioria das vezes a igreja se esconde da responsabilidade social que tem, por liderar uma parcela da sociedade civil, e, por conta desta covardia, quase coletiva, permitimos, com muita pouca resistência, que no  Congresso Nacional,  se aprovassem leis que já nos tem atingido e ainda atingirá muito mais… Devido ao nosso silêncio, ou acomodação, leis que ferem a Doutrina Cristã e à nossa fé, e que receberam aprovação no “ calar da noite “.
                      Eu nunca fui afeito à política, ainda mais em nosso país onde à cada dia nos decepcionamos com aqueles a quem escolhemos para legislar e, embora me considere apolítico, creio que neste momento precisamos ter um representante ( não tenho idéia de quem ) no Congresso Nacional para apóia-lo e cobri-lo com nossas orações e para que estes absurdos não sejam aprovados, para que não sejamos obrigados a, daqui à pouco, obedecer a imposição do pecado.
                Temos muitos Pastores influentes, dirigentes de grandes Igrejas, muitos também são políticos, precisamos crer na fidelidade, honestidade e idoneidade destes irmãos e “ fechar “ com eles um grande movimento em prol da integridade da Palavra de Deus.
                      Se preciso for, vamos para as ruas, para a justiça, para os jornais, revistas e para os joelhos… Façamos Cultos em praça pública, peçamos ao Senhor que impeça tais barbáries à sua Palavra, enganjemo-nos todos numa união evangélica nacional… Tenhamos coragem para enfrentar a obra do inimigo de nossas almas, tenhamos coragem de nos unir pelo menos na luta pela dignidade da Palavra do nosso Deus, tenhamos coragem para, se necessário, pintar os nossos rostos, não do verde-amarelo dos “ caras pintadas “, mas do vermelho carmesim, o vermelho que representa o Sangue de Jesus, a Santidade do Senhor. Mostremos a esta nação que aqui existe um povo a quem Deus remiu e comprou com seu sangue e é capaz de mostrar sua força em defesa da Palavra de Deus, da moral, dos bons costumes e da família cristã brasileira, que não tem medo de se expor e mostrar em cadeia nacional a sua indignação contra tudo o que se opõe á Palavra de Deus e a normalidade.
                     Lembremos a nossa Pátria que tais lutas são para que seus filhos, filhas e netos, tenham um mundo digno e que respeita a Deus. Lembremos ao Povo Evangélico de que ele deve TOMAR EM SUAS MÃOS A LUTA ESPIRITUAL que está sendo travada sem a sua presença, pois a mesma tem consequências físicas e seculares, atinge à todos e denigre ao próprio Senhor Jesus.
                     Certamente Deus espera isto de nós, temos ouvido em nossas igrejas, o Senhor levantar as vozes dos Profetas e falar da sua indignação pela falta de coragem de seu povo.
                       Desta feita, os desafio a tomar esta postura:
SOU UM PROTESTANTE ! E VOCÊ ?
Pr. Luiz Tamburro
www.gatoporlebreouloboporpastor.blogspot.com

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *