O JOVEM PRECISA SER JOVEM DENTRO DA IGREJA

O zelo não pode ser sinônimo de repressão pois se não entendermos a juventude e os apoiar nos seus sonhos, pode ser que o mundo os adote, ai pode ser tarde demais para os resgatar. Não estou falando de profanar o santo, fazendo have gospel, o ficar gospel, ou outras aberrações. Mais usar o que cada ser humano tem de natural em sí. (ou não fomos todos nós jovens um dia?) e usar da energia e do desejo de socialização que todo jovem traz dentro de sí, mostrando que é possível ser jovem, feliz e adorador de Deus ao mesmo tempo. Antes nas igrejas quaisquer manifestações do jovem no sentido da dança, da música ou agrupamento já eram visto como sinal de rebeldia, princípio de conflito, tentativa de trazer o mundo para dentro da igreja, etc… E sendo assim era duramente reprimido pela ala mais conservador de igreja. Ainda hoje há muitas igreja que optam pelo conservadorismo e temem os jovens e suas manifestações. Uma pergunta que eu gostaria de deixar aqui para que os dirigentes e membros da igreja pensassem é: A igreja deve trazer e cativar os jovens para dentro da igreja, ou reprimi-los ou excluí-los de tudo que pareça uma ameaça para as tradições e sacramentos da igreja? Vejo através da bíblia, um Jesus que se sentava com pecadores e que buscava os perdidos, não exclui-os, mais que amava-os de uma forma que ele ficavam constrangidos pelo seu afeto. Que dava atenção aos excluídos, que não aprovava o erro mais que não os abandonava. Deixo aqui uma serie de manifestações que os jovens praticam nas igrejas e que devem ser incentivadas e não abolidas, penso eu com a graça e a aprovação de Deus. 

TAG: O JOVEM PRECISA SER JOVEM DENTRO DA IGREJA
Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *