Evangélicos lamentam mortes na boate em Santa Maria

Campanhas de oração e doação de sangue são algumas das manifestações de apoio

Evangélicos lamentam mortes na boate em Santa Maria

Enquanto o Brasil inteiro lamentava a morte de quase 250 jovens por causa de um incêndio na boate Kiss de Santa Maria, RS, vários evangélicos se mobilizaram pela internet.

O Reverendo Hernandes Dias Lopes usou o Facebook para lamentar o episódio que ceifou centenas de vidas. “Um domingo de lágrimas no Brasil. A nação brasileira está consternada… É tempo de orarmos em favor das famílias enlutadas e nos colocarmos como instrumentos nas mãos de Deus para levarmos o Evangelho de Cristo, a única mensagem que preenche o vazio do coração humano e consola os aflitos”, escreveu.

Muitos evangélicos postaram pedidos de oração, anunciaram campanhas que suas igrejas iriam fazer e lamentaram que muitos dos mortos provavelmente não conheciam o Senhor Jesus. Também houve muita discussão se a imagem no site da banda “gurizada Fandangueira” que teria causado o incêndio por causa de um show pirotécnico, seria um prenuncio da tragédia.

O pastor Josué Gonçalves, do ministério Família Debaixo da Graça, postou na rede social: “Meus sentimentos aos nossos irmãos gaúchos pela tragédia acontecida na boate em Santa Maria. Que o Senhor ampare as famílias, esse é um momento oportuno para refletirmos sobre muitas coisas”.

Ailton Rodrigues de Moraes, que é pastor de uma igreja batista em Santa Maria, convocou os membros de sua igreja para montar “equipes de apoio”, e se dirigir ao hemocentro da cidade amanhã para doar sangue, anunciou que abrirá a igreja para abrigar parentes das vitimas que foram para Santa Maria e não tiverem onde ficar e fará uma distribuição de lanches diante do Hospital Universitário, onde estão muitos feridos.

Mas também houve muito debate sobre o que aconteceu na boate do ponto de vista espiritual.

Sergio Rafael da Silva divulgou a imagem e comentou “se você tiver um pouquinho de sensibilidade espiritual, olhe ao redor da caveira tocando, cheio de pessoas em meio ao fogo, isso já estava mais que avisado que alguma coisa iria acontecer. Meu Deus…”.

Um texto sem assinatura também foi reproduzido por muitos evangélicos, e dizia:

“Kiss, o beijo do diabo.
Essa madrugada perdemos 245 jovens em Sta. Maria, foi uma grande ceifa, e quem foi o ceifeiro? A verdade é que o campo estava florido e onde estavam os verdadeiros ceifeiros? Permitiram a ceifa do ladrão, o nome é proporcional a sedução, kiss ou beijo. A pergunta que não quer calar é: Será que havia alguém desviado? Um filho de um cristão? Amigo de um servo do Senhor? Como o jovial pensamento de sermos intocáveis 245 jovens seduzidos foram beijados, famílias desfalcadas e a pergunta é: como ouviram se não há quem pregue? Como se salvarão se ninguém se dispõe a ir?

Poderia ser uma grande ceifa mais o ladrão roubou nossa colheita. Que se levante a geração de Gideão que toma das mãos dos ladrões a colheita que é do povo de Deus. Talvez jovens vão ler esse texto e pensarem que estou radicalizando mais poderia ter sido você, e lá estaria morto (a) o ex adorador, pregador ou cristão. Beijados por satanás, estamos diariamente perdendo inúmeros jovens, e pq? Os campos estão floridos mais não há ceifeiros”.

Fonte: Gospel Prime

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *