Dependentes químicos em tratamento recebem livro do bispo Macedo

Foram mais de 500 cópias distribuídas entre jovens e adultos nas casas de recuperação

No
final do mês de novembro, sete clínicas de recuperação de dependentes
químicos de Sorocaba foram visitadas pelos voluntários da IURD Sorocaba,
que entregaram 500 cópias do livro “Nada a Perder”, do bispo Macedo,
para jovens e adultos.
Na ocasião o grupo de 12 pessoas, além
de receberem os exemplares, também participaram de orações de fé. Além
disso, a palavra transmitida pelo pastor Oswaldo Volpini, responsável
pelo trabalho da IURD na região, sobre a passagem de Mateus 25:42-43,
pode definir bem a ação executada pela igreja.
“Porque tive fome, e não me destes de
comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo forasteiro, não me
hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso,
não fostes ver-me”
Esse trabalho é realizado há 8 anos,
sempre com visitas todas as quintas e sábados, para levar literaturas,
cestas básicas para os familiares e apoio espiritual.
Um
dos frutos desse trabalho é Juliano Telles, de 34 anos, que hoje é
pintor residencial, mas que sofreu muito com o uso de vários tipos de
drogas. “Eu comecei a usar drogas com 13 anos usando cigarro e maconha,
foi quando começou a destruição na minha vida. Depois de 2 anos, me
apresentaram a cocaína, mas mesmo assim eu sentia angústia e tristeza.
Por causa disso, eu procurei algo mais forte e comecei também a cheirar
cola e cheguei no ponto de querer me matar, mas as pessoas me
seguraram.”
Porém, quando todo o sofrimento parecia
não ter mais fim, ele foi convidado para ter uma nova vida. “Certa
noite, desesperado porque não aguentava mais usar drogas, cheguei em
casa, chamei a minha mãe e contei tudo para ela, que entrou em
desespero. Mas, naquele mesmo momento, minha avó fez um convite para eu
ir no Força Jovem Brasil. Eu não sabia o que era, mas chegando lá me
apresentaram um Deus, que é a Dose Mais Forte da minha vida.”
E esse foi só o começo da transformação
da vida de Telles. “Quando eu experimentei essa dose mais forte, minha
vida começou a se transformar. Hoje, estou como coordenador do mesmo
projeto, ajudando dependentes químicos, fazendo visitas. E vamos em
frente atrás de pessoas que vivem o mesmo problema”, finaliza.
Receba os nossos estudos em tempo real

Dependentes químicos em tratamento recebem livro do bispo Macedo

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *