Da morte Deus cria a vida

Da morte Deus cria a vida

Da morte Deus cria a vida

“Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.” João 12:24

Uma semente do trigo se não morrer, ou seja, descascar, desintegrar, afundar-se na terra, não poderá brotar, produzir folhas, talos e espigas, ou seja, jamais poderá frutificar. Nessas palavras Jesus falava de sua própria vida, ou melhor, na morte que se tornaria vida para a humanidade. Um grão de trigo para gerar uma grande colheita precisa cair na terra e morrer. Do mesmo modo, sua morte geraria vida para o mundo, sua morte produziria muitos frutos. É a vida que não é só viver, é gerar vida. Doar vida para fazer nascer mais vida. Pela morte de Jesus, podemos receber a vida eterna, podemos viver abundantemente.

Quando Jesus falou do grão de trigo, falou de si mesmo, mas podemos, por analogia, entender que fazendo morrer a nossa natureza terrena, o egoísmo, o amor ao eu, nascerá vida verdadeira em nós. Não há como nascer uma nova criatura, se o velho homem não morrer. Não há como nascer o amor, se não morrer o ódio; não há como surgir a verdade, se a mentira permanecer. Não há como nascer o perdão, se não morrer o orgulho. É preciso abrir mãos das falhas e erros para que a renovação aconteça. É preciso que o velho homem morra, para que um novo homem renasça, dependente de Deus e sua vida produza muitos frutos. É preciso morrer para viver!

Compartilhar é se importar!

The following two tabs change content below.
Meu nome é Júlio Fonseca sou Pastor da Igreja de Deus no Brasil na pequena cidade de Anhanguera/Go. Usando a internet para levar a palavra de Deus a todos. Com paz, amor e respeito.

Outras postagens por Pastor Júlio Fonseca (Ver todas)

Sem categoria