Conheça as onze profissões que estão em extinção no mundo

Conheça as onze profissões que estão em extinção no mundo

O site do Globo publicou uma breve matéria sobre as onze profissões em extinção no mundo, motivada pelo avanço tecnológico que tem substituído o serviço humano por máquinas e softwares. Confira:

Caixa de banco
A foto mostra uma caixa de banco em Taiwan e um aplicativo para celular do Bank of America. Muitos trabalhadores de classe média perderam seus empregos como caixas bancários em função de aplicativos e softwares poderosos que já fazem tarefas que antes só podiam ser feitas por seres humanos.
Operador de telefonia
As fotos mostram operadores em uma central telefônica, em 1951, e Siri, o assistente virtual da Apple.
O número de operadores de telefonia caiu de 182.000 para 73.000, nos Estados Unidos, até 2010, por causa de novas tecnologias.
Operário de linha de montagem
Na imagem ao lado se vê um homem, à esquerda, que opera uma máquina na fábrica da Mercedes Benz em Berlim, em 2008, enquanto, à direita, um robô pinta um tambor na fábrica da Webb Wheel Products, no Alabama (EUA), este ano. Graças aos robôs, a Webb Wheel não contratou nenhum funcionário nos últimos três anos, embora fabrique mais de 300.000 de tambores de freio por ano, o que representa um aumento de 25%.
Condutor de trem
Na imagem se vê à esquerda, um condutor de trem em New Jersey, em 2011, e à direita um trem da Linha Yurikamome, em Tóquio, que opera sem nenhum condutor.
Katsuya Hagane, o gerente da empresa japonesa, que tem apenas 60 funcionários, diz que o sistema automatizado ajuda a manter as contratações em baixa.
Cobrador de pedágio
À esquerda, um americano trabalhando como cobrador de pedágio, em 2012, e à direita, um cartão do tipo “onda livre”, que funciona, por exemplo, na ponte Rio-Niterói. Nessa ramo, a tecnologia também vem causando demissões.
Bibliotecário
À esquerda, o chefe da Biblioteca do Congresso, em Washington, nos Estados Unidos, em 2003, e à direita o bookBot, um sistema automatizado utilizado em uma biblioteca na Carolina do Norte (EUA). Mais uma vez, a tecnologia começando a substituir os homens.
Assistente administrativo
Na imagem ao lado, à esquerda, se vê a secretária do presidente President Lyndon B. Johnson, em 1963, e à direita um aplicativo de lembretes do Iphone. De 2000 a 2010, o número de assistentes administrativos nos Estados Unidos caiu de 4,2 milhões para 3,1 milhões.
Contador
Enquanto uma contadora confere a papelada de clientes, à esquerda, em 2004, o aplicativo TurboTax. O número de auxiliares de contabilidade, contadores e auditores caiu de 1,7 milhões para 1,3 milhões de 2000 a 2010, nos Estados Unidos.
Carteiro
Um carteiro em ação, em 2011, e o Outlook Express, à direita. De 2000 a 2010, os Estados Unidos perderam 10% de seus carteiros: passando de 358.000 para 321.000.
Agente de viagens
Esta combinação de fotos mostra, à esquerda, a agente Gabriele Herlitschka folheando um catálogo de roteiros, em sua agência de viagens em 2002, em Düsseldorf, na Alemanha. À direita, o funcionário Mike Brown, da Expedia, numa área criada para os funcionários em 2013, em Bellevue, Washington. O número de agentes de viagens caiu 46%, de 142.000 em 2000 para 76.000 em 2010.
Funcionário de TI
As fotos mostram um departamento de tecnologia da informação em 2001, em Hurst, Texas, e à direita, um departamento de servidor SAP em 2012, em Walldorf, na Alemanha. A tecnologia permite às empresas utilizar a computação em nuvem para acompanhar dados sem a necessidade de contratar funcionários de TI.
Verdade Gospel

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *