A invasão de Israel – parte 3

Continuando nosso estudo da profecia de Ezequiel, vimos que essa guerra será liderada pela Rússia (Gog, Magog, Meseque e Tubal), e que participarão da ação There are three reasons for believing that Magog is Russia:a Pérsia, Cuxe, Pute, Gomer e Togarma. 
Também vimos que a Pérsia é o Irã, Cuxe é a Etiópia, Pute é a Líbia, Gomer pode ser identificado com a Alemanha ou a Europa Oriental, e Togarma seria a Turquia.
Mas muitos discutem se seria possível aos russos liderarem essa coalizão. Afinal, com a queda do Muro de Berlim em 1989 e o desmantelamento da União Soviética, a Rússia foi o país que mais perdeu. O caos econômico, devido à má administração de Boris Yeltsin (que não entendeu as reformas propostas por Mikhail Gorbatchov e preferiu colocar o carro na frente dos bois, desencadeando mudanças para as quais o país ainda não estava pronto), aliado ao boicote e à sabotagem dos países ocidentais em conluio com o Vaticano, deixou o país entregue às máfias, a local e a internacional. O parque industrial, que já carecia de modernização, foi sucateado; pobreza, desemprego, crime, corrupção, alcoolismo e outras mazelas aumentaram e o país foi atirado na vala comum das nações sub-desenvolvidas. Só recentemente, depois de anos em colapso, a Rússia ressurgiu maquiada, integrando o grupo BRICS dos países emergentes (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul; alguns incluem também o México, mas aí a sigla fica complicada…). Enfim, essa reavaliação da Rússia é feita por olhos ocidentais, capitalistas; mede-se com entusiasmo os índices per capita, sem considerar que o aumento da renda se deve, em grande parte, à constituição de fortunas pessoais por cujas origens o Ocidente não se interessa. 
Em todo caso, a Rússia volta a emergir da depressão. E junto com o crescimento econômico, que recuperou parte do prestígio perdido, renasceu o nacionalismo, e com ele, osMost of the former Soviet bloc leaders of the old Soviet Union have come back into power. Over fifty percent of the positions of power in Russia including the President are occupied by former KGB officers. They lament the fall of the old Soviet Union and they wish to form a new union of nations led by Russia. dirigentes do antigo bloco soviético, que voltaram ao poder pela via democrática. Muitos cargos de poder na Rússia são ocupados por ex-oficiais da KGB (incluindo Vladimir Putin)  que lamentam a queda da antiga União Soviética e desejam formar uma nova união de nações liderada pela Rússia. Os russos não têm total liberdade de expressão: aTV and other media’s are once again government controlled. TV e outros meios de comunicação social do governo, mais uma vez, voltaram a ser controlados. The new steps taken by Putin to regain centralized control will eventually lead to a new dictatorship.Analistas internacionais temem que as novas medidas tomadas por Putin para recuperar o controle centralizado acabem por criar uma nova ditadura. 
No campo militar, a Russia continues to modernize its nuclear weapons and to prepare underground facilities in case of war.Rússia continua a modernizar as suas armas nucleares e preparar instalações subterrâneas em caso de guerra. Russia has successfully developed a new long rang missile that can change directions after launch.Também desenvolveu com sucesso um novo míssil de longo alcance que pode mudar de direção após o lançamento, eThese missiles can successfully penetrate the antimissile system shield that is being developed by the United States. pode penetrar com êxito o escudo de defesa desenvolvido pelos americanos. Os Estados Unidos, que afrouxaram sua vigilância sobre a Rússia nos anos pós-queda do Muro de Berlim, consideram que a ameaça nuclear dos tempos da Guerra Fria foi superada. Mas o fato é que a capacidade nuclear russa, instalada em submarinos e bases secretas de mísseis, foi melhorada e tecnicamente é perfeitamente capaz de destruir qualquer adversário. Se quiser mais informações, consulte http://www.kp.ru/daily/24120.4/342662/ .  
E o que isso tem a ver com a profecia? Bem, lembremos que os estudiosos da Bíblia identificam o líder da coalizão, a Rússia com “Gog, da terra de Magog, o chefe Meseque, príncipe de Tubal”, conf. Ezequiel 38:2,3. OK, mas e as outras nações, o que têm a ver com os russos? A Russia also has strategic ties to regional Islamic countries. Russia is actively aiding Iran in building a nuclear power plant even though Iran is sitting on top of large oil fields that will provide all the energy it needs for fifty years.Rússia tem laços estratégicos regionais com os países islâmicos. Desde os anos 1950 a URSS atuava no Oriente Médio, ao estreitar os laços com o líder egípcio Gamal Abdel Nasser, pivô tanto da independência de seu país como da crise do Canal de Suez em 1956, que quase levou o mundo a uma guerra nuclear. A URSS também atuou fortemente na derrubada do xá do Irã, levando os aiatolás ao poder. Foi derrotada no Afeganistão, quando os americanos apoiaram os talibãs que agora querem exterminar; mas a influência russa é forte na região, como contraponto à presença ocidental e ajudando na construção da controversa central nuclear iraniana (embora o Irã repouse em cima de petróleo suficiente para fornecer toda a energia de que necessita por muitos anos). The Arab/Islamic countries have one common enemy and at some point they will try to rid themselves of the Israeli presence with Russia as their protector. The prophecies in Ezekiel 38 and 39 indicate that God will put a hook in the jaw of Russia and bring her down against the land of Israel in the latter years. The hook could very well be the defense pacts and economic agreements that Russia has established with Syria, Iran and other Islamic nations. 
E mais: os países islâmicos do Oriente Médio têm um inimigo comum – Israel. Em algum momento, eles vão tentar se livrar da presença israelita… tendo a Rússia como seu protetor. As profecias de Ezequiel 38 e 39 indicam que Deus vai colocar um gancho na mandíbula da Rússia e trazê-la contra a terra de Israel nos últimos anos. Esse “gancho” poderia muito bem ser um pacto de defesa mútua e acordos econômicos que a Rússia tem estabelecido com a Síria, o Irã e outros países islâmicos.  Assim como um gancho prende aquele em quem está posto, como um anzol prende um peixe, um acordo diplomático poderia obrigar a Rússia a liderar uma guerra total contra Israel, fazendo assim a vontade dos países islâmicos seus aliados históricos (leia mais aqui).

The United States had been dismantling its nuclear capability as if Russia were no longer a world threat but Russia’s nuclear submarine and missile capability has been modernized and is quite capable of destroying the United States or any adversary.Scripture says that this army from the north will be splendidly attired.A Escritura diz que esses exércitos do Norte virão “vestidos de armadura completa, uma grande companhia, com pavês e com escudo, manejando todos a espada” (Ezequiel 38:4). This could mean that they will be equipped with every conceivable weapon.Isto significa que eles serão equipados com todas as armas possíveis. Russia still has a large population of educated scientists that could develop formidable military weapons very quickly if that becomes their paramount concern and national focus.A Rússia ainda tem uma grande população de cientistas formidáveis que poderiam desenvolver armas militares muito rapidamente, desde que isso se torne a sua preocupação primordial e foco nacional.
Signs oSinais dos tempos: a Russia is following in the footsteps of Germany before the second World War.Rússia está seguindo o exemplo da Alemanha antes da Segunda Guerra Mundial. National pride and the memory of the empire they once had is now compelling them to rebuild a strong military under an authoritative leader. O orgulho nacional ferido e a memória da glória perdida incitam o país a reconstruir uma potência militar comandada por um líder forte. The present president of Russia is gaining more power all the time and he has specifically stated thatVladimir Putin, atual presidente, ex-primeiro ministro, que vive se alternando entre os cargos mas que na verdade é quem dá as cartas, ganha mais poder a cada dia, e tem afirmado explicitamente quehis primary goal is to bring Russia to world superpower status again. o seu principal objetivo é elevar a Rússia novamente ao status de superpotência mundial. Depois de ser rebaixado internacionalmente a “emergente” – junto com países que nunca foram assim tão influentes como Brasil e Índia – o gigante vermelho está louco para se reerguer e mostrar as garras. Curiosamente, um antigo símbolo dos czares, a águia de duas cabeças, que olha para o ocidente e para o oriente ao mesmo tempo, foi reabilitada como ícone nacional.
Depois discutiremos uma época possível em que deve acontecer a coligação de nações; mas por ora, é interessante verificar que os envolvidos já se preparam para a ação! A palavra profética nunca falha!

180060

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *