TEMOR A DEUS OU TEMOR AOS HOMENS?

Muitas pessoas não distingue a diferença entre temer a Deus e temer aos homens, pois eu gostaria hoje de abordar tal assunto. Veja essa situação.
Um homem é assediado por uma mulher que ele julga ser muito bonita.
Temente ao homem: Que beleza, olha a mulher que está me dando bola… É, mais eu não vou dar bola pra ela, pois se minha mulher descobre ela me deixará. E meus filhos? ele vão sofrer muito. Tô até vendo, eu pagando pensão, com o que eu ganho vou ficar na miséria. Essa mulher também quer só curtir, ela não vai querer um relacionamento sério comigo. É melhor deixar pra lá.
Temente a Deus: heee diabo, mais uma vez quer me por numa cilada, sai pra lá tentação.

Jesus nos chama a santidade. Esse exemplo diz muito a respeito da santidade pois, a forma com que passamos a encarrar os obstáculos de nossas vidas, revela muito sobre o nosso relacionamento com Deus.
Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo. 1 Pedro 1:16
      A santidade não significa um estado total de pureza, pois essa, não pode ser atingida por completo, (só Jesus foi homem e santo) mais é uma meta que devemos buscar de todo coração e sinceridade. Uma jornada no qual passaremos nossa vida perseguindo, alguns chegarão mais próximos dela, outros naufragarão em suas tentativa, muitos dirão que estão perseguindo a santidade, porém seus corações estão no temor ao homem e não a Deus. Temos que ser sinceros com nós mesmos, pois Deus já conhece o nosso coração e dele ninguém nada esconde, e buscar com todas as nossas forças sermos lapidados pela boa palavra do senhor, que nos acrescenta vida e virtudes.

    Eis aqui uma bela reflexão, da minha amiga de Orkut Cláudia Dalto, a respeito da santidade!
Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus.
— 2 Coríntios 7:1
……………………………
Num mundo tão cheio de distrações e tentações, pureza é difícil. Mais do que difícil, o chamado à pureza muitas vezes é esquecido e ignorado. “Graça impura” (Judas 4) é substituída por um chamado a um viver de paixão. Ao mesmo tempo em que não queremos ceder a uma santidade baseada em obras, também devemos lembrar que a impureza através de preguiça ou falta de compromisso ou simples rebelião são contaminantes para aqueles que se dizem cristãos, e estragam a nossa influência no mundo que nos observa.
Irmãos a santidade não é um caminho de dores e sofrimento, mais uma forma de vida que conduz ao nosso principal objetivo “A FELICIDADE”.
tag: TEMOR A DEUS OU TEMOR AOS HOMENS?
Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *