SONHAR! É IMPOSSÍVEL VIVER SEM SONHAR.

Sim, sonhar!
A força-motriz dos vencedores, o combustível da sobrevivência, o gerador da fé.
Quem não sonha, não vive, infelizmente, apenas vegeta. Sonhar é bênção.
Bênção esta destinada a todos os habitantes da Terra.
Sonhar aqui, para nós, não é sonhar no sentido literal da palavra, não é a conseqüência de dormir: é muito mais do que isso. É sonhar no sentido alegórico, ou seja: é ter aspirações, objetivos, traçar metas, desejar, lutar por este desejo, buscar até encontrar, crer até conquistar.
Os sonhos nos impulsionam, nos estimulam e nos incentivam a conquistar alvos, metas, além de atingir propósitos. Quem sonha tem ânimo para lutar. Quem luta o faz por sonhar. Quem sonha não fica perdido no tempo e nem tampouco mergulhado na inércia do comodismo.
Sonhos que podem, e com certeza irão se realizar, pois tanto você, como eu, enfim, nós, neste quesito fomos feitos à “semelhança” de Deus. (Gênesis 1:27) – E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.  Quando sonhamos somos parecidos com o Senhor dos Exércitos. Pois conseguimos visualizar projetos e criá-los a partir da fé. Gerá-los através de esforços e, é claro, superando com dificuldade as barreiras para alcançá-los.
Sonhe e ouse sonhar, você nunca irá além dos seus sonhos
Abraão: o homem que teve os sonhos transformados em realidade.
QUEM FOI ABRAÃO?
Segundo o livro do Génesis, Abraão era natural da cidade de Ur na Caldeia, uma localidade da Baixa Mesopotâmia e terá nascido no séc. XIX ou XVIII a.C., altura em que a Baixa Mesopotâmia e o Médio Eufrates eram dominados pelos Amorreus e a Alta Mesopotâmia pelos Urritas. De Ur terá partido com a sua família para norte, tendo-se fixado em Harran, principal cidade da Alta Mesopotâmia.
Até que um dia o verdadeiro Deus revelou-se a ele desafiando-o a sair de Ur. (Gn 12:1-3). 1     ORA, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.
2     E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção.
3     E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.
. Abraão é tomado por sentimento que o faz sonhar. Sonhar com família, sonhar com posteridade, sonhar com uma nação diferente, com costumes diferentes, valores diferentes e ideais diferentes.
O QUE DEUS PROMETEU A ABRAÃO:
1- Multiplicação.
2- De que através dele, surgiria uma grande nação.
3- De que ele seria abençoado.
4- De que o nome dele seria engrandecido.
5- De que seriam abençoados aqueles que o abençoassem.
6- De que seriam amaldiçoados aqueles que o amaldiçoassem.
Os sonhos nos impulsionam, nos enchem de desejos e de vontade de lutar. Todavia, nem sempre a distância entre o nascimento do sonho e a realização do mesmo é curta. Não são poucas as vezes que o sonho de uma família cristã, ou de um trabalho promissor, ou mesmo de um ministério cristão saudável e abençoador na igreja demora para se cumprir na vida da gente. São em momentos de aparente demora que surgem do nada os destruidores de sonhos.
Deus primeiro nos mostra o que pretende fazer nas nossas vidas. Somente depois ele nos mostra as dificuldades do percurso. Satanás antes pelo contrário quer primeiro nos mostrar as dificuldades no intuito de que desistamos das bênçãos de Deus para as nossas vidas.
1º – Destruidor de Sonhos.
O sentimento de que Deus está demorando muito para cumprir em nós a sua palavra. Uma incompreensão do tempo de Deus.
Eclesiastes 3: 1-8 diz que a tempo para todo propósito debaixo do céu:
ü     “Tempo de nascer, tempo de morrer;
ü     Tempo de plantar e tempo de se arrancar o que se plantou;
ü     Tempo de matar e tempo de curar;
ü     Tempo de derribar e tempo de edificar;
ü     Tempo de chorar e tempo de rir;
ü     Tempo de prantear e tempo de saltar de alegria;
ü     Tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras;
ü     Tempo de abraçar e tempo de deixar de abraçar;
ü     Tempo de buscar e tempo de perder;
ü     Tempo de guardar e tempo de deitar fora;
ü     Tempo de rasgar e tempo de coser;
ü     Tempo de estar calado e tempo de falar;
ü     Tempo de amar e tempo de aborrecer;
ü     Tempo de guerra e tempo de paz.”
Satanás nosso adversário sempre vai tentar induzir-nos a crer que Deus está atrasado em cumprir em nós suas promessas. Contudo, precisamos entender que existe um tempo determinado por Deus para todas as coisas. Gn 21: 1-2, diz que Sara concebeu no tempo determinado.
Genesis21:1-2
1     E O SENHOR visitou a Sara, como tinha dito; e fez o SENHOR a Sara como tinha prometido.
2     E concebeu Sara, e deu a Abraão um filho na sua velhice, ao tempo determinado, que Deus lhe tinha falado.
O QUE ESSE DESTRUIDOR DE SONHOS GERA EM NÓS?
INCREDULIDADE: A incredulidade. Não são poucos que perguntam: será que Deus falou comigo mesmo? Será que isto tudo não é fruto da minha imaginação? Ora sem fé é impossível agradar a Deus!
(Hebreus 11:6) – Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.
MURMURAÇÃO: Murmuração – O que fez com que o povo de Israel não herdasse a terra prometida dentre outras coisas foi o espírito de murmuração. Reclamava por tudo!!! Reclamava pela comida, pela água, pelo deserto, pelas dificuldades, tudo era motivo de reclamação. Você já reparou que existe gente que nunca está satisfeito com nada?
(I Corintios 10:10) – E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor.
AUTO-SUFICIÊNCIA: – Você já se deu conta da existência de indivíduos que querem ajudar a Deus dando a ele uma mãozinha?
(João 15:5) – Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
QUAIS ATITUDES  TRANSFORMAM SONHOS EM REALIDADE?
– A convicção do Senhorio de Cristo sobre a nossa vida. Rm 8: 28 diz:
“Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e daqueles que são chamados segundo o seu propósito”
Fé. Hb 11: 01
“Ora, a fé é a certeza de cousas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.”
– Confiança única e exclusiva e m Deus. Isto significa a convicção de que aquele que começou a boa obra em minha vida há de concluí-la. O escritor de hebreus nos incentiva a crer cegamente em sua palavra na certeza de que é impossível que Deus minta.
(Números 23:19) – Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?
(Hebreus 11:6) – Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.
– Dependência única do Senhor. Isto significa que se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os que a edificam. Se o Senhor não guardar a cidade em vão vigia a sentinela. No Reino de Deus Independência é morte!
(Salmos 127:1) –  SE o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.
FOI PELA FÉ QUE ABRAÃO RECEBEU A VITÓRIA
(Hebreus 11:8) – Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia.

tag: SONHAR! É IMPOSSÍVEL VIVER SEM SONHAR.

Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *