• Página inicial
  • /
  • Diversos
  • /
  • “Quanto vale o show?”: lista de supostos cachês de até R$ 250 mil no meio gospel causa polêmica

“Quanto vale o show?”: lista de supostos cachês de até R$ 250 mil no meio gospel causa polêmica

“Quanto vale o show?”: lista de supostos cachês de até R$ 250 mil no meio gospel causa polêmica

“Quanto vale o show?”: lista de supostos cachês de até R$ 250 mil no meio gospel causa polêmica
Uma lista com supostos valores de cachês cobrados por artistas do meio gospel causou polêmica nessa quarta feira. A lista, publicada no site O Fuxico Gospel e replicada em diversos outros sites, mostra valores de cachês que variam de R$ 5 mil a R$ 250 mil.
Intitulada “Quanto vale o show?”, a lista foi questionada e criticada por vários artistas nela citados, muitos dos quais afirmaram nem mesmo receber cachê por suas apresentações. Um dos sites que replicou a lista foi o Pavablog, do jornalista Sérgio Pavarini, que acabou servindo como meio para que muitos dos artistas mencionados desmentissem as informações.
Na página de seu blog onde foi publicada a lista, Pavarini citou que as informações sobre os cachês foram desmentidas pelo pastor Adhemar de Campos, que segundo a lista receberia R$ 15 mil por apresentação, por Asaph Borba que negou as informações através do Twitter, e a lista também cita como tendo um cachê de R$ 15 mil, e por João Alexandre, citado na lista como tendo um cachê de R$ 10 mil, e que também comentou o assunto em sua página do Facebook.
– Quem acompanha meu trabalho há mais de 30 anos sabe que, a exemplo do Grupo Logos, que também é distribuído pela Missão Vencedores por Cristo, assim como eu, me adapto à realidade de cada convite, dependendo da estrutura do evento, do tamanho da igreja, da distância da viagem e se haverá cobrança de bilheteria ou ingresso de alguma forma! Penso que existem pastores explorando músicos e vice- versa e que eles se merecem, mas fujo desse mercado nojento desde que saí das gravadoras evangélicas pra me tornar um músico independente! Em toda minha vida, nunca ganhei R$ 10.000,00 por 1 única apresentação! Muitas vezes, nem num final de semana todo sou capaz de chegar a metade desse valor, incluindo as vendas de meus materiais na conta! Amigo e irmão Pavarini, dessa vez vc pegou pesado! – escreveu João Alexandre, que em seguida publicou uma mensagem afirmando ter conversado diretamente com Pavarini e esclarecido não se tratar de uma matéria escrita pelo jornalista, mas apenas replicada em seu site.
A divulgação da lista gerou uma série de reações, como a de pessoas afirmando que o meio cristão se transformou completamente em mercado, outros criticando os artistas citados, e muitos questionando a veracidade das informações.
O pastor Estevão Ribeiro, líder do Ministério Unção Ágape, também citado na lista, se manifestou através dos comentários da publicação para negar a informação de que o ministério cobrava R$ 15 mil por apresentação.
– Gostaria de informá-los que as informações citadas em “Quanto vale o show”, a respeito do Ministério Unção Ágape não são verdadeiras. Antes de concordarmos com algo precisamos checar sua veracidade, porque senão estaremos fazendo uma aliança com uma mentira. Não sei quais foram as fontes sobre os valores dos “shows”, mas o valor citado nessa postagem sobre o tal “cachê” não é verdadeiro – escreveu Ribeiro.
O texto foi também comentado por diversas outras pessoas que se disseram ligadas a artistas citados na lista, a maioria dessas negando as informações divulgadas.
Gospel+

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *