O FRUTO DA DESONRA

O Fruto da Desonra
   A primeira coisa que Deus deu ao homem foi sua própria imagem e sua semelhança. A palavra “imagem” aqui não se refere à semelhança física, mas é traduzida da palavra hebraica: “tselem”, que significa característica e essência. Deus deu ao homem a sua própria essência!
   Conseqüentemente, o maior desejo de Deus era que o homem agisse com Ele e vivesse com Ele. O homem tinha a verdadeira natureza de Deus, assim como seu caráter moral e espiritual.
   A desonra ao privilégio de Deus não é coisa nova. No Éden, Adão e Eva desonraram o privilégio de serem os primogênitos da humanidade, desonraram a glória de Deus que os visitava todas as tardes! A desonra do Éden deve ter petrificado o coração deste casal, que todos os dias tiveram que conviver com a dor de saberem que tudo poderia ser diferente! Desonraram aquilo que de maneira pioneira receberam de Deus, trocando o privilégio e a honra de Reinar sobre a Terra por um fruto proibido! Na desobediência, nasceu a desonra.
A desonra promoveu: A Perda do Reinado, A perda da liberdade e a perda da presença de Deus
Perda do Reino…
Quando o homem e a mulher pecaram, eles não perderam os céus, eles não podiam perder o que não tinham. Eles não tinham sido criados para o céu, e sim para viverem na terra. Eles perderam o domínio da terra. O pecado é desonrar a natureza e autoridade essencial do governo celestial. Por sua desonra, os filhos não só tomaram algo que não era deles (o fruto proibido), mas também entregaram a terra para alguém que não o merecia e jamais estaria qualificado para isto.
Através do ato de desonra de Adão e Eva, Satanás se tornou governador da terra.
Perda da Liberdade…
O homem passou a ser escravo do pecado. Os dominadores tornaram-se dominados. Dominados pelas drogas, pelo álcool, sexo, cigarro, jogos, etc.

Toda a perda da sua vida foi causada pela desonra!

 A desonra nos fez escravos do pecado. A desonra é uma semente longa que chama à existência a morte. Em Romanos 6:23 diz que o salário do pecado é a morte.
O pecado suja a alma. Ele rebaixa a dignidade da pessoa. Obscurecendo o seu entendimento das coisas espirituais. E nos faz seus escravos.
Perda da presença de Deus…
Adão e Eva foram expulsos do jardim do Éden, que representava a presença de Deus.

 Quem não honra a Deus, não será honrado com a sua presença

O homem e a mulher desonraram a Deus. A semente que eles plantaram foi à semente da desonra, e a colheita que tiveram foi à ausência da presença de Deus. Honrar a Deus atrai a sua presença e a desonra o distância de nós!

A honra de ter a presença do Senhor é somente para os que o honram. Adão e Eva desonraram a Deus, por isso, foram expulsos do Jardim do Éden, lugar no qual a presença de Deus era real.
.
Hoje somos frutos da desonra, herdamos a natureza pecadora, e nos tornamos filhos da desonra.
Com a desonra veio à falta de respeito: Pelas autoridades
Desonra aos pais
Êxodo 20:12: “Honra eu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus, te dá.” Honre seus pais mesmo quando não concordar com eles, eles são seus pais. Tome a decisão de honrá-los por todos os dias da sua vida.
Quem honra pai e mãe, viverá dias longos sobre a Terra. A honra é uma promessa da boca de Deus. Infelizmente estamos vivendo em tempos de trevas, onde filhos matam pais e pais matam filhos.
Desonra aos pastores
Na sociedade atual, o pastor é alguém que muito desonrado em certas igrejas. Algumas ovelhas pensam que o pastor é um empregado seu. Que são obrigados a fazerem as coisas, pois se não, não primiciaram na vida dele. Tratam o pastor com uma linguagem xula. Ex: E ai meu irmão! Fala Cara!
O pastor não é um empregado, ele é o anjo da igreja. Aquele que conduz as pessoas a Cristo. Que busca sempre uma palavra de sabedoria para entregar ao povo quer seja nos púlpitos, ou aconselhando-as.
A prosperidade do pastor é a prosperidade da igreja. A unção que você honrar, nela ira prosperar! Primíciar é um principio de honra! Honra ao sacerdote!
Desonra aos lideres do governo…
A palavra de Deus em Romanos 13:1,2 diz: “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação.” 
Devemos orar pelo Presidente da Republica, o governador do nosso estado, prefeitos, senadores, deputados, vereadores…

 Toda autoridade vem de Deus e não há autoridade que não tenha sido ordenada por ele.

VOCÊ TEM HONRADO OS PRIVILÉGIOS QUE DEUS TEM LHE PROPORCIONADO?

   O homem sempre dá valor aquilo que perdeu ou aquilo que não conquistou! Isso é uma estratégia de satanás, pois muitos estão desvalorizando o seu chamado, seus dons, seus líderes, suas colônias e igrejas!
   Desprezam a honra de ministrar uma palavra no culto, de ser um ministro por meio da música, das artes e coisas do gênero! Desprezam o tempo de preparação para o chamado se esquivando dos discipulados, das ministrações, das exortações.
Você já parou para pensar (VALORIZAR) que a sua colônia pode ser 200 (duzentas) colônias daqui a alguns anos?
Você já parou para pensar que seu líder pode ser um grande pastor daqui a muito pouco tempo? Um pregador internacional?
Você já pensou que você pode ser usado por Deus para implementar, ou, liderar um ministério na Igreja que será base para muitas outras igrejas da terra?
Você já parou para pensar que a esposa (o) que você acha hoje que é um fardo, um peso, pode morrer a qualquer momento?
Adão e Eva não honraram o privilégio que o Senhor lhes tinha dado. O privilégio de governarem a Terra.
Honre o privilégio de Deus!
A DESONRA DO PRIVILÉGIO
Abra a palavra de Deus em Gênesis 25:29-34 “Tinha Jacó feito um cozinhado, quando, esmorecido, veio do campo Esaú  e lhe disse: Peço-te que me deixes comer um pouco desse cozinhado vermelho, pois estou esmorecido. Daí chamar-se Edom. Disse Jacó: Vende-me primeiro o teu direito de primogenitura.  Ele respondeu: Estou a ponto de morrer; de que me aproveitará o direito de primogenitura?  Então, disse Jacó: Jura-me primeiro. Ele jurou e vendeu o seu direito de primogenitura a Jacó.  Deu, pois, Jacó a Esaú pão e o cozinhado de lentilhas; ele comeu e bebeu, levantou-se e saiu. Assim, desprezou Esaú o seu direito de primogenitura.”
Neste texto, vemos dois grandes personagens: Jacó e Esaú. A história bíblica revela exatamente aquilo que estamos dizendo sobre a desonra, pois Esaú, o primogênito (herdeiro da herança e da unção de Isaque), abdicou de sua condição de primogênito, pois estava com fome. Esaú feriu o privilégio que recebeu, por isso mesmo o autor de Gênesis escreve duramente sobre a atitude de Esaú: “Deu, pois, Jacó a Esaú pão e o cozinhado de lentilhas; ele comeu e bebeu, levantou-se e saiu. ASSIM, DESPREZOU ESAÚ O SEU DIREITO DE PRIMOGENITURA.” (Gênesis 25:34)
Jacó era um homem pacato, tranqüilo, mas era um enganador, ele gostava de passar a perna nos outros. Entretanto uma característica que Jacó tinha e que não pode ser contestada por ninguém: Ele valorizava a primogenitura! Ele valorizava o privilégio que Deus concedia!
Os fins não justificam os meios e isso é fato imutável, entretanto, não tenho dúvida, Jacó morreria de fome, mas não abriria mão do privilégio de Deus! Nem todas as sopas de lentilha do mundo, poderiam roubar o prestígio que este honrava o privilégio de Deus.
Quando olhamos para Jacó vemos um homem que via o privilégio do amanhã. Ele via a possibilidade de ser honrado, de ser reconhecido, de fazer parte de um projeto que valha a pena… Mas todas estas expectativas eram para o futuro, mas motivava o seu hoje, compreendem? Já Esaú, é um filho da desonra! Seu foco, seu olhar é um olhar no hoje. Não valorizava, nem dimensionava o que seria perder a primogenitura, pois seus olhos não enxergavam a honra do privilégio…
Então honre e proteja os privilégios que Deus te concedeu, antes que algum Jacó venha e tome sua primogenitura, lhe lançando no vale da tristeza e da amargura!
Não desperdice a honra que Deus tem lhe dado… Igreja, emprego, família, casamento, estudos…
Tire os seus olhos do presente, não seja um Esaú. Olhe para o futuro, confie no Senhor e Ele satisfará os desejos do seu coração. 
Não desonre os privilégios que Deus tem lhe dado. Você poder estar no primeiro RETORNO é uma honra de Deus.  No futuro quando o Brasil inteiro estiver realizando os RETORNOS, você poderá dizer que você foi ao primeiro.
Conclusão
Onde há desonra tem que haver arrependimento. Na desonra de familiares contra familiares têm que haver perdão. Desonra de discípulos para com o mentor tem que haver perdão. O futuro obedece a uma semente plantada. Uma semente de honra gera uma vida honrada!

 O PERDÃO ANULA OS ARGUMENTOS DE SATANÁS SOBRE NOSSAS VIDAS.

O perdão é a característica de alguém que esta vivendo a vida do Reino dos Céus. O fraco jamais perdoa, o perdão é uma das características do forte.

Lance fora de sua vida toda à desonra! Hoje a honra da presença do Senhor virá sobre ti!
Se arrependa pelas vezes que você desonrou os seus pais, seus filhos, seus pastores, seus amigos da igreja.
Se arrependa por ter desonrado o privilégio que Deus lhe deu.
Obs. Ato profético do lava pés. 

FAÇA COMO PR. DIOGO FONTES ENVIE VOCÊ TAMBÉM A MATÉRIA.

TAG: O FRUTO DA DESONRA

Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *