Bispo cita a Bíblia para justificar matança de cachorros de rua

Bispo cita a Bíblia para justificar matança de cachorros de rua

Bispo cita a Bíblia para justificar matança de cachorros de rua
A quantidade de cachorros de rua em Punta Arenas, extremo sul do Chile, tem incomodado o bispo de Magallanes, Bernardo Bastres, que gerou polêmica ao usar a Bíblia para defender uma ação mais rígida do governo para acabar com os bichos.
Em um artigo escrito para o jornal Hoy por Hoy, Bastres disse que “Deus criou as coisas e as pos a serviço do ser humano, isso é o princípio de Gênesis”. Mesmo pedindo uma ação para “acabar” com as cachorros de rua, o religioso não aceita a matança sem causa.
“Não estou por matar cachorros por matar cachorros, porque isto seria uma barbárie.
Mas no pode ser que neste momento tenhamos uma invasão de cachorros, e nem que eles tenham mais direitos que nós”.
Ao ler os dizeres do bispo de Magallanes, Mauricio Serrado, coordenador nacional da organização Animal Libre, se pronunciou dizendo que a eliminação dos cachorros não era uma atitude ética.
“Incentivar a eliminação é uma atitude pouco ética. É um chamado ao ódio contra os animais”, disse Serrano. “Não se justifica um chamado para assassinar cachorros. Não se pode resolver este problema através do assassinato”.
O coordenador da ONG também afirmou que o bispo teve uma atitude contrária ao que a Igreja Católica prega, pois os animais não são inferiores aos seres humanos.
Serrano afirma que a solução para este problema é criar uma política pública que voltada para os animais. “Isso é o que se deve promover: a responsabilidade”, disse.
Em Punta Arenas há cerca de 12 mil cachorros abandonados. O bispo resolveu se pronunciar contra este número depois que um idosos foi mordido por seis cachorros ao sair de uma de suas missas. As informações são do Terra.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *