As armadilhas causadas pelo elogio

As armadilhas causadas pelo elogio

“O homem que lisonjeia o seu próximo arma uma rede aos seus passos.” Provérbios 29:5

Esse versículo é sensacional! Nos leva a meditar acerca dos elogios, que, muitas vezes são a verdadeira intenção que temos quando fazemos algo, não é mesmo? Tornamo-nos pessoas em que as alegrias estão nesses momentos superficiais de vitória. Quando não conseguimos desempenhar alguma tarefa, ou até mesmo quando nosso desempenho não gera elogios, somos pegos por uma sensação terrível de derrota e de incapacidade.
O fruto que germina e brota através dos elogios é o orgulho. Sim, isso mesmo o orgulho.
Pensemos juntos, então. Como ficamos “inchados” quando recebemos comentários como: Ótimo trabalho, você é 10!
Aquele sorrisinho discreto e o peito estufa em seguida: Sou capaz. Estou com tudo! Olhe só para mim, eu posso fazer qualquer coisa. Quero ser reconhecido. E acharam que eu não daria conta do recado…
E nosso coração recebe da seguinte maneira: Aquele sorrisinho discreto e o peito estufa em seguida: Sou capaz. Estou com tudo! Olhe só para mim, eu posso fazer qualquer coisa. Quero ser reconhecido. E acharam que eu não daria conta do recado…
Fica fácil de enxergar a conseqüência interna de um elogio: Orgulho inflamado!
E o orgulho é um verdadeiro ataque contra Deus. Sim, pois, se me orgulho de mim mesmo, estou atribuindo a mim somente, a capacidade, a força, a inteligência…
“Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor , que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor.”
Deus nos exorta através do profeta Jeremias (9.24): “Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor , que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor.”
O orgulho provém de Satanás, é algo tão sutil, que muitas vezes sequer admitimos que temos, enganando a nós mesmos.
A Palavra do senhor diz assim em Atos 17:28: “Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos;” 
Tudo o que dispomos para resolver os problemas, realizar ações, e desempenhar tarefas, vem do Senhor.
Se a nós mesmos atribuirmos a força que o Senhor nos dá, dizemos, em outras palavras, que não precisamos Dele, que somos completos sozinhos.
A cada dia de nossas vidas, temos que renunciar nossas emoções e o ego que se instala em nós quando recebemos um elogio, um agradecimento ou quando nosso desempenho foi bom!
Uma armadilha gigante se posiciona diante de nós (orgulho) e cabe a nós quando o recebemos, dizer:
– Sem Deus isso não seria possível! – O Senhor me capacitou!
Tudo deve ser deixado aos pés Dele que nos presenteia com dons e que nos capacita em nosso dia a dia.
Cada vez que você fizer algo que te renda bons resultados, dedique-os ao Senhor e agradeça a Ele por te capacitar e fazer de você um instrumento de notoriedade dos Seus dons.
Por Rhanúsia e Bruna

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *