5 coisas que eu faria se fosse solteiro

5 coisas que eu faria se fosse solteiro

Para quem é solteiro, cada dia que passa fica mais difícil resistir às pressões e tentações de ceder a um relacionamento mal considerado. “Tá ficando velha, hein? Quando é que vai casar?” “E aí, não deu certo com a fulana não? Poxa, você não tem sorte rapaz…”

E para somar, tem as novelas e filmes com um fica-fica que não acaba mais. Tudo levando o solteiro a pensar: “Eu devo ser a única pessoa no mundo que não tem ninguém…”

Mentira. Sua cabeça sabe que é.
Mas o seu coração lhe faz crer que é verdade.
Muito bem. Aqui vai o que eu faria se fosse solteiro ou solteira hoje:

1. Deixaria de comparar – Eu sou eu, você é você, e o Dado Dollabela é… ele mesmo. Ninguém é igual. Por quê então comparar a sua vida com a dos outros? Comparações são fontes de ansiedade e frustração. Assuma quem você é e não se preocupe com os outros. Se a sua melhor amiga vai se casar, bom para ela. A felicidade dela não precisa ser sua tristeza, nem razão de você correr para se casar e não “ficar para trás.”

2. Investiria em mim mesmo – Questão de inteligência. Se eu quero atrair um bom partido, eu mesmo tenho que ser um. Além do que, quando eu invisto em mim mesmo, eu aprendo a me valorizar. Quem tem alta autoestima não vai aceitar ser usado ou tratado de qualquer maneira, nem se contentar com qualquer um.

3. Só deixaria meu coração gostar de quem minha mente aprovasse – O coração não pensa, só sente. E por causa de sentimento, muitos se casaram e divorciaram. Portanto, antes de permitir que meu coração sinta algo por alguém, eu iria usar a minha inteligência para selecionar a pessoa cujas características fossem compatíveis comigo. Se não passar o teste da inteligência, então meu coração estaria proibido de gostar. E fim de papo.

4. Eu iria até a pessoa – Usando a mente e não o coração, se uma candidata em potencial aparecesse, eu iria até ela ao invés de ficar esperando que viesse até mim. (Faria o mesmo se eu fosse uma mulher; é questão de fé.) Conversaria, procuraria ver se tem futuro, e se visse que não, seria sincero e cortaria logo. A vida é curta demais para se enganar e enganar a outros.

5. Eu recorreria ao Melhor Casamenteiro de todos – Deus. Afinal, foi Ele que me criou assim, com essa necessidade de ter uma outra metade. Então eu jogaria o problema de volta para Ele. Faria como Abraão quando buscou esposa para Isaque. Tiro certeiro. Não tem como errar. Afinal, o verdadeiro amor nasce da fé. Por isso, a fé é o caminho mais certo para encontrar a pessoa que vai lhe fazer feliz. Essa seria a minha garantia.

Taí, falei.
Fonte: Renato Cardoso – Site e Blog Oficial

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *