A ORAÇÃO DE ANA

(I Samuel 1:11) – E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao SENHOR o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha. 12)- E sucedeu que, perseverando ela em orar perante o SENHOR, Eli observou a sua boca.
·        Quando procuramos na Bíblia um exemplo de mulher de oração, imediatamente nos lembramos de Ana.
·        Seu marido Elcana a amava, mas ela era muito infeliz porque não tinha nenhum filho. Ficava especialmente afligida todo ano quando iam a Siló, para adorar o Senhor.
·        O Texto acima enfatiza a dependência total de DEUS que todos nós Cristãos devemos buscar a certeza de que D”ELE (DEUS)  vem as respostas para nossas orações.
·        Ana tinha um sonho em seu coração de ter um filho.
·        Ana não era fértil- ANA  era estéril, não podia ter filhos.
Fertilidade é o termo empregado para categorizar a capacidade de produzir vida
Quantos não de Sente como Ana? – que sua vida não produz vida ou seja sua vida não tem mais vida…????
Com certeza, muitos tiveram experiências semelhantes e manifestaram esperança na infertilidade, atravessaram lutas e vitórias e puderam entoar um cântico semelhante ao de Ana; “(I Samuel 2:1) –  ENTÃO orou Ana, e disse: O meu coração exulta ao SENHOR, o meu poder está exaltado no SENHOR; a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. 2) – Não há santo como o SENHOR; porque não há outro fora de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus.   
O milagre aconteceu! O sonho se realizou!
Jamais as dúvidas atrapalharam a fé de Ana!
… ‘e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres,.. (I Samuel 1:11)
OS BENEFÍCIOS DE UMA DEMORA
Dentro de cada coração há sonhos e desejos que se recusam a desaparecer enquanto não se realizam. Muitas vezes o dia-a-dia faz com que eles permaneçam adormecidos, mas, inesperadamente, voltam ao coração e podem atrapalhar as nossas orações.
Será que DEUS me esqueceu? O que fazer dos sonhos que se recusam a nos abandonar e que não foram realizados? Será que a oração de Ana surgiu em um momento como esse?
No antigo Israel, a esterelidade da mulher era considerada um castigo de DEUS e um motivo de desonra para a mulher que não podia ser mãe.
Em Gênesis 16 lemos a história de Sarai, mulher de Abrão, que também não lhe gerava um filho, o que aconteceu somente depois que DEUS fez um concerto com Abrão, mudando seu nome para Abraão e o de sua mulher para Sara, dizendo “(Gênesis 17:16) – Porque eu a hei de abençoar, e te darei dela um filho; e a abençoarei, e será mãe das nações; reis de povos sairão dela.
Agora Ana se levanta, depois de comer e beber e faz um voto  – (I Samuel 1:10-11)- Ela, pois, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente.
– E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao SENHOR o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.
Ana estava aflita seu relógio biológico informava que seu tempo de fecundidade estava prestes a acabar; seu útero estava envelhecendo e era natural a sua ansiedade. Ela necessitava de uma resposta de DEUS: A CURA DA SUA INFERTILIDADE.
DEUS atendeu a oração de ANA depois que ela orou por um filho varão: “ao SENHOR o darei por todos os dias da sua vida”.
Eis a grandeza do caráter de ANA!
Para aprendermos com ANA vejamos algumas características de sua oração:
1º UM  DOS BENEFÍCIOS DA DEMORA DA RESPOSTA É O MOTIVO QUE ESTÁ EM SEU CORAÇÃO
Não era uma oração vingativa. Penina tinha muitos filhos e escarnecia de Ana e a irritava (v.6), mas Ana não pediu vingança contra ela.
Ás vezes DEUS espera que nossos pedidos melhorem, ou seja, que as impurezas que porventura estejam em nossas vidas sejam eliminadas.
O desejo de Ana não era ter um filho varão para si mesma, nem para seu marido ou para sua família. Ela queria ser instrumento para DEUS usar enviando um homem que viesse abençoar a nação de Israel.
‘A nossa vida não deve ser caracterizada por inquietações que geram ansiedade e sim pela fé que produz felicidade”(C. H. Spurgeon)
·        Quais são os motivos que estão em seu coração? Ódio, vingança, revolta….
2º FÉ PERSISTENTE
Ana persistiu em oração. Ela tinha fé que a benção viria. Ela não alterou sua voz. Sua oração não foi ouvida por outras pessoas, apenas seus lábios de moviam. Ela simplesmente entregou seu pedido àquele que compreendeu sua dor.
Oração perseverante (v.12). Não desanimava do propósito
Veja Marcos 11.24: “portanto, eu lhes digo: Tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá
(Mateus 5:4) – Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
JESUS ensinou os seus discípulos de uma maneira clara e objetiva: MT 26:41 ‘Vigiai e orai”
3º SOFRIMENTO INTENSO
Ana no seu coração falava; só se moviam os seus lábios, porém não se ouvia a sua voz ; pelo que Eli a teve por embriagada. Disse-lhe Eli: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti o teu vinho. Porém Ana respondeu: “ Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebida forte tenho bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o SENHOR. Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque da multidão dos meus cuidados e do meu desgosto tenho falado até agora .” 1 Samuel1:13-16
É extremamente doloroso o sofrimento que sai do coração como petição desesperada a DEUS. Ana fala de si mesma como uma pessoa com desgosto.
Mexer nestes desejos frustrados e expô-los a DEUS é uma tarefa desconfortável.
Ana estava disposta a tudo. Queria ter um filho em seus braços.
4º ORAÇÃO ACOMPANHADA DE JEJUM.
Em muitas orações da Bíblia, as respostas estão associadas ao jejum. Em (II Crônicas 20:3) – Então Jeosafá temeu, e pôs-se a buscar o SENHOR, e apregoou jejum em todo o Judá. E o SENHOR DEUS respondeu  deu a vitória…. (II Crônicas 20:15) – E disse: Dai ouvidos todo o Judá, e vós, moradores de Jerusalém, e tu, ó rei Jeosafá; assim o SENHOR vos diz: Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão; pois a peleja não é vossa, mas de Deus.
(Mateus 17:21)-         Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum
ANA jejuou.
Logo após ter comido, o seu semblante já não era triste. Voltaram para casa e o Senhor se lembrou dela.
Creio que DEUS se alegra em responder aquele desejo acalentado no silêncio durante anos. O fardo de Ana era extremamente pesado e o tempo estava contra ela.Faça como Ana , ore persistentemente …
5º GRATIDÃO E FIDELIDADE
Creu antes de ver o milagre (v.18). “E o seu semblante já não era triste”.
Ana cumpre o voto (v.24,28). Apenas desmamou o menino, entregou-o ao Senhor
(I Samuel 1:24)- E, havendo-o desmamado, tomou-o consigo, com três bezerros, e um efa de farinha, e um odre de vinho, e levou-o à casa do SENHOR, em Siló, e era o menino ainda muito criança.
(I Samuel 1:28) – Por isso também ao SENHOR eu o entreguei, por todos os dias que viver, pois ao SENHOR foi pedido. E adorou ali ao SENHOR.
(Eclesiastes 5:4) – Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos; o que votares, paga-o. (Eclesiastes 5:5) – Melhor é que não votes do que votares e não cumprires.
Ações de graças (1 Sm 2.1-11). Agora a oração não era de aflição, mas de gratidão.
– Deus deu Samuel e mais três filhos e duas filhas a Ana (1 Sm 2.21).
– Ana deu Samuel a Deus.
CONCLUSÃO

Há os que, em aflição, se desviam de Deus. Há os que assumem compromissos e depois não os cumprem. Ana buscou na hora de aflição. Queria um filho. Teve e cumpriu o voto: dá-lo a Deus. Deu o que mais queria, o que mais pediu, aquilo porque chorou. De nós Deus espera bem menos. 

TAG: A ORAÇÃO DE ANA

Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Compartilhar é se importar!

One comment

  • Olá querido amigo e irmão em Cristo, Pastor Júlio,

    Parabéns pelo post.
    O estudo é excelente, muito rico e completo.
    A oração é fundamental na vida do cristão. Crer em Deus, orar, pedir com fé e acreditar na resposta de Deus.
    As Escrituras falam repetidamente sobre a importância da oração.
    Deus faz muitas promessas a seus filhos comprometidos com a oração: Ele promete uma resposta; a sua presença por meio da oração e sua sabedoria para os cristãos que oram.

    A paz do Senhor!
    Carinhoso e fraterno abraço,
    Lilian

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *