Como ensinar seu filho a se comportar na Igreja

Como ensinar seu filho a se comportar na Igreja

Há muito o que se falar sobre o universo infantil e o plano diabólico para a destruição da fé nas crianças. Elas são o futuro da igreja e por causa disso a atenção e cuidados devem ser feitos sem medir esforços para mantê-las no caminho certo.
Não deixe de levar seu filho para a igreja, ensine-lhe a Palavra de Deus. Ore, jejue para que ele cresça nos caminhos do Senhor e seja uma bênção (Deuteronômio 6.7; Provérbios 22.6; Provérbios 23.13-14).
Converse com seu filho sobre a santidade de Deus e mostre-lhe que por isso devemos ir a sua presença reverentemente (1ª Pedro 1.16).
Ensine-lhe textos bíblicos que falem sobre a reverência (Eclesiastes 5.1; Habacuque 2.20; Êxodo 3.5; Josué 5.15; Levíticos 19.30; Salmo 89.7; Salmo 69.9; Salmo 100; Salmo 116.19; Isaias 56.7; Levíticos 26.2; João 2.16; Zacarias 2.13; entre outros).
Ao sair de casa para a igreja faça-lhe recomendações e lembretes quanto ao comportamento na casa de Deus. Ensine-o a respeitar o pastor, evangelista e os obreiros (Hebreus 13.17; 1ª Coríntios 16.16).
Alimente-o bem antes de sair, para não ser preciso comer na igreja. Não permita que ele leve balas, chicletes, doces e salgados ao templo. No caso de bebês, com horários fixos para amamentação, leve-o para a escolinha e ali sinta-se à vontade para alimentá-lo e até mesmo trocar fraldas, se for necessário.
Antes de iniciar a reunião, dê-lhe água para que não fique transitando no decorrer do culto, pois tira a atenção das demais pessoas.
Enquanto pequenas, as crianças não conseguem concentrar sua atenção por longo tempo e logo procuram alguma distração que por vezes atrapalha, tirando a concentração não só dos pais como das demais pessoas ao redor, por isso é fundamental que você leve seu filho para e “escolinha”, pois ele será ministrado na Palavra de Deus de uma maneira voltada para sua idade e tanto ele como você serão abençoados.
Não leve para a igreja lápis, canetas, papel e brinquedos em geral. A criança precisa aprender que ali não é lugar de brincadeiras e sim de buscar a Deus. Caso seu filho não queira ficar na escolinha, tenha-o sempre ao lado, não o deixe sentar-se longe de você a não ser quando já souber comportar-se bem.
Ao pastor, evangelista e obreiro cabe dar o maior exemplo (1ª Timóteo 3.4-5).
Tome cuidado para que seu filho zele pelo patrimônio da igreja, não deixe riscar bancos, sujar paredes, jogar papéis no chão, despediçar copos, mexer nos instrumentos musicais e aparelhos de som, bem como subir no altar (Levíticos 22.3; Números 1.50).
Os filhos dos cristãos têm que crescer diferentes das crianças dos filhos dos pais do mundo porque eles são santos (separados). Os pais cristãos não podem se conformar e deixar as coisas acontecerem por si mesmas, com a filosofia “quando eles ficarem adultos terão consciência e irão mudar”.
Muitos pais não costumam dizer “não” aos filhos, eles pensam que fazer isso é privação de liberdade. Deus delegou autoridade espiritual dos pais sobre os filhos para os orientarem no caminho do Senhor.
Fonte: Primeira Apostila de Pais e Filhos – Vila Jaguara / SP (Comunidade Cristã Paz e Vida). Via Belverede

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *