Artigos em Destaque

ESBOÇOS DE PREGAÇÕES EVANGÉLICAS

Tema da mensagem: A Experiência de Jacó –
Texto básico: Gn.31:17-18 – Gn. 32:22-30
Introdução: O que você tem buscado na vida ? dinheiro, bens ? O que você está buscando na igreja?
Tópico 1 – A situação de Jacó – Jacó estava em uma situação que muitos hoje considerariam ideal :
- Era descendente de Abraão
- Era servo de Deus
- Possuía muitos bens (ovelhas, camelos, jumentos, etc. Gn.30:43)
- Tinha família.
- Tinha servos.
Eram bençãos de Deus. Jacó era um homem abençoado.
Tópico 2 – A necessidade de Jacó – Jacó precisava de mais alguma coisa ? De uma experiência maior com Deus e por isso ele lutou.
Apc.3:18 – muitos pensam que já têm tudo.
De que adianta temos tudo o que os olhos veem e o coração deseja e não termos comunhão com Deus ?
Tópico 3 – A experiência de Jacó: conheceu a Deus intimamente, de tal modo, que seu caráter foi transformado.
Conclusão: Nossa maior necessidade não são bênçãos materiais – é transformação de caráter.
Este é o objetivo do evangelho para nós. Não é nos transformar em pessoas ricas, mas
em pessoas semelhantes a Jesus Cristo. (Rm.8.29).
Jacó iria encontrar Esaú. Nós encontraremos desafios diversos.
Iremos sozinhos ? desarmados ?
v.22 – “levantou-se naquela mesma noite.” Seu posicionamento foi imediato.
A vitória de Jacó – o impossível – o perdão do irmão – uma nova vida – um novo nome : Israel.
(Apelo para busca de uma nova experiência com Deus.)

****************************************

Tema da mensagem: A conversão de Cornélio
Texto básico: Atos 10 versos 1 a 8, 21 a 27, 34 a 36 e 43 a 48
Introdução: Falar um pouco sobre o domínio do Império Romano sobre a região da Palestina nos primeiros séculos.
Tópico 1 – Quem era Cornélio? Um centurião, oficial do Império Romano. Gentio.
Tópico 2 – Características de Cornélio: Um homem que CRIA no Deus verdadeiro e era TEMENTE a Deus. Um homem que tinha visões espirituais. Tinha suas orações ouvidas por Deus. Um homem que praticava boas obras. PORÉM, NÃO ERA SALVO.
Cornélio tinha muitas qualidades e um problema: estava espiritualmente perdido.
Tópico 3 – O quê ou quem não podia salvar Cornélio: suas boas obras não podiam salvá-lo. O anjo que lhe apareceu não podia salvá-lo (o anjo não podia nem pregar-lhe o evangelho). Pedro podia pregar o evangelho, mas não podia salvar Cornélio. (Quantos hoje colocam sua fé em Pedro e em tantos outros supostos ajudadores espirituais!) (Obs.: Cornélio se ajoelhou para adorar a Pedro, mas este não aceitou).
Tópico 4 – Quem podia salvar Cornélio? Jesus.
Conclusão: Cornélio não apenas creu, mas também se decidiu por Cristo.
(Fazer apelo para que os ouvintes aceitem a Cristo).

****************************************

Tema da mensagem: A arca da aliança
Texto básico: Êxodo 25.10
Introdução: Os templos pagãos tinham imagens de ídolos. O tabernáculo de Israel tinha arca como símbolo da presença de Deus e do compromisso entre Deus e Israel.
Tópico 1 – Episódios envolvendo a arca:
Bezaleel fez (Êx.37.1)
Eli perdeu (I Sm.4.11)
Davi recuperou (I Cron.15.25-29 16.1).
Tópico 2 – Hoje, o tabernáculo de Deus é o próprio homem. (I Cor.3.16). Todo homem precisa da arca, a presença de Deus em sua vida. De que serve um tabernáculo vazio? Talvez será invadido por outros “moradores”
Tópico 3 – O que havia dentro da arca? (Hb.9.4) O maná, a lei gravada em pedras, a vara florescida de Aarão.
O maná representa Jesus (João 6.31-35). A lei corresponde à palavra de Deus, a Bíblia. A vara de Aarão, um galho seco que floresceu, é uma demonstração do poder do Espírito Santo. Para se ter a presença de Deus DENTRO do homem, é preciso aceitar a Jesus. Para que essa presença possa ser plenamente atuante, é necessário o conhecimento da palavra de Deus e a unção do Espírito Santo.
Conclusão: Um dia a arca foi perdida, mas alguém a recuperou. Através de Adão, toda a humanidade perdeu sua comunhão com Deus. Muitos cristãos perderam tantas bênçãos de Deus com o passar do tempo. Tantas manifestações de Deus deixaram de acontecer!
Quando Davi recuperou a arca, houve uma grande festa. Transforme sua vida em uma festa espiritual.
(Fazer apelo para que se recupere a “arca”)

****************************************

Tema da mensagem: Fidelidade até a morte
Texto básico: Apoc.2.10
Introdução: O que é ser fiel? É manter o compromisso, fazendo o que se deve fazer e evitando o que se deve evitar.
Tópico 1 – Até quando? “Até” é uma palavra chave do texto, que dá idéia de perseverança.
Até onde você vai seguir a Cristo?
Mencionar a trajetória dos discípulos com Jesus. Mat.20.22 Mat.26.33-35
Enquanto Jesus transforma água em vinho, multiplica pão e faz diversos milagres,
todos querem segui-lo.
No meio desse caminho existe uma cruz. Nesse momento, os discípulos fogem.
Tópico 2 – Causas de desvio:
a) Tentação da própria carne. (Tentação humana) (I Cor.10.13) (Tg.1.14)
b) Tentação do Diabo, quando ele se apresenta como se fosse um “amigo”. Gn.3 Mt.4
c) Perseguição, quando o Diabo se apresenta como realmente é: inimigo. Mt.13.21
d) Risco ou ameaça de morte.
Vimos nesses itens, que a vida cristã apresenta DESAFIOS CRESCENTES, como também se observa em Mateus 7.24-27 (chuva, rios, ventos).
Tópico 3 – O desvio para uma vida de infidelidade demonstra FALTA DE ALICERCE (Mt.7).
Que alicerce seria esse? Experiências com Deus e conhecimento da Palavra de Deus.
Conclusão: Recompensa para os fiéis: a coroa da vida (Ap.2.10).
Visite:Ida Gospel, DIVERSOS, DINÂMICA, MENSAGEM, MUNDO Gospel,RESPOSTAS,NOTÍCIAS,

****************************************

Tema da mensagem: O lírio entre os espinhos
Texto básico: Cantares 2.1-2
Introdução: Desde os primeiros séculos da era cristã, a história de Salomão e sua amada é interpretada como uma alegoria sobre Jesus e a Igreja. Ele é o lírio dos Vales e ela também é comparada a um lírio.
Tópico 1- Onde a igreja está plantada? Onde você está plantado?
O lírio entre os espinhos nos dá idéia de uma situação incômoda e de sofrimento.
Tópico 2 – Reações ao sofrimento. Você quer fugir. Um lírio não foge. Planta não foge. Se for retirada
do seu próprio lugar de forma indevida, poderá murchar e morrer. Muitas pessoas
abandonam o lar, o emprego, a escola, a igreja, fugindo dos espinhos.
Tópico 3 – Você está aí por um propósito de Deus (a não ser que sua situação seja contrária à
Palavra de Deus). Cumpra sua missão.
O lírio é muito diferente dos espinhos. Mostre a diferença cristã onde você estiver. Mostre
a beleza cristã, o contraste em relação à vida do ímpio.
Lírio tem perfume, espinho não tem. Exale o bom perfume de Cristo em seu modo de viver,
falar e se relacionar com os outros (até mesmo com os “espinhos”).
Conclusão: No reino celestial não haverá espinhos. Ali receberemos toda recompensa por tudo o que
tivermos passado nesta terra.

Tema da mensagem: A Igreja
Texto básico: Mateus 16.18
Introdução: O que é a igreja? Não é o templo. Não é a organização juridicamente registrada, embora templo e registro possam ser necessários.
Tópico 1 – Origem do termo. Igreja vem de “eclesia”, palavra grega que significa assembléia ou, conjunto de pessoas qualificadas que se reuniam para determinado fim. Eclesia é também traduzida como os “chamados para fora”. A palavra surgiu por volta do ano 800 antes de Cristo para designar os cidadãos atenienses que se reuniam em praça pública para tratar dos interesses da cidade. Foi aí que surgiu o conceito de democracia.
Jesus usou essa palavra, “eclesia”, para se referir ao conjunto dos salvos, também chamado de “corpo de Cristo”.
Tópico 2 – Aplicando à igreja o sentido original da palavra.
” Pessoas qualificadas”: só os cidadãos podiam fazer parte da assembléia ateniense. Só os cidadãos do céu fazem parte da igreja, ou seja, só os salvos por Cristo têm a qualificação necessária. Os escravos não podiam participar. Aqueles que ainda não foram libertos por Cristo, não fazem parte da igreja. Quem é escravo do Diabo não faz parte da igreja.
” Conjunto de pessoas”: O conceito de igreja não admite o isolamento. A igreja é o conjunto dos salvos. Não um bando, mas uma família, um rebanho, com organização e liderança.
” Pessoas reunidas para determinado fim”. Vemos aqui a idéia de uma missão. A igreja não é um clube social. É um exército com uma missão. Cada igreja “local” é uma agência de salvação. Este é o nosso fim, ou seja, nossa finalidade, nosso objetivo. A igreja não é uma casa de espetáculos, mas um oásis para os sedentos. A igreja não é (ou não deveria ser) um auditório, onde a maioria só assiste. Cada um deve atuar na obra. Sem ação, a assembléia será inútil.
Conclusão: Sobre tudo o que a igreja é deve haver a unção do Espírito Santo. Ele prepara a igreja para o encontro triunfal com Cristo.

****************************************

Tema da mensagem: O Testemunho Cristão
Texto base: Gênesis 12.1-3
Introdução: Abraão teve uma experiência com Deus no meio de um povo
idólatra. Era o início da execução do plano de salvação para a humanidade.
Topico 1- Abraão precisava sair. Caso contrário, a mensagem a respeito do
verdadeiro Deus ficaria presa e o Senhor teria que levantar outro
” missionário”. Falar sobre as mudanças que Deus faz em nossas vidas a fim
de que levemos a mensagem a outros lugares. Podem ser mudanças de emprego,
de escola, de residência, etc.
Tópico 2 – Abraão deu origem ao povo de Israel. No período do VT, Israel era
o povo representante de Deus na terra. Um dos aspectos de sua missão era
levar a conhecimento de Deus às outras nações. “Em ti serão benditas todas
as famílias da terra.”
Tópico 3 – Cada israelita representava Deus onde estivesse. Isso não
significava receber adoração nem tomar decisões no lugar de Deus, mas levar
a mensagem em nome de Deus. Para que essa missão fosse realizada, Deus
colocava seus representantes em diversos lugares e, às vezes, em situações
desconfortáveis.
Ilustração: Falar sobre o embaixador dos Estados Unidos em algum país da África.
Mencionar situações hipotéticas em que ele pode se sentir desconfortável e
querer ir para outro lugar, mas sua permanência ali é necessária pelo tempo
que for preciso.
Deus precisa de você onde você está até que ele lhe mande sair ou o retire
através das circunstâncias.
Exemplos bíblicos: Daniel em Babilônia e uma menina judia que foi levada
como prisioneira para a Síria. (II Rs.5.1-3) Ambos estavam em situações e
lugares ruins, mas cumpriram com êxito seu papel de representantes de Deus.
Tópico 4 – (Atos 1.8) Na era cristã, a Igreja é representante de Deus na
terra. Jesus subiu aos céus, mas nós somos o seu corpo na terra. Ele
continua agindo através de nós, mediante o poder do Espirito Santo.
Tópico 5 – Como representantes de Deus, estamos sempre dando um testemunho
a respeito dele. Nosso testemunho é composto por palavra e vida. O
testemunho do cristão não tem nada a ver com a riqueza material que ele
tenha ou deixe de ter. (Riqueza material, o ímpio também tem). Nosso testemunho tem a ver com a palavra de Deus na nossa boca e com valores espirituais, riqueza espiritual, em nossa vida, manifestada através da paz, do amor, da fé, da esperança, da alegria, da justiça, etc.
Tópico 6 – Cuidado com o mal testemunho e com os escândalos.
Conclusão – Convidar os irmãos a refletir sobre sua responsabilidade como
representantes de Deus e sobre o testemunho que tem sido dado. Encerrar com
oração para um posicionamento diante do tema abordado.

****************************************

LISTA DO NUNCA MAIS
Devemos ter muito cuidado com o que ‘profetizamos’ sobre nós mesmos, pois “do fruto da boca, o coração se farta; A morte e a vida estão no poder da língua, o que bem a utiliza come do seu fruto” (Pv 18:20,21). “O que guarda a sua boca e a sua língua, guarda a sua alma das angústias” (Pv 21:23). Assim, pois:
1- Nunca mais direi eu não posso, pois
” Tudo posso naquele que me fortalece” (Fl 4:13).
2- Nunca mais direi que não tenho, pois
” o meu Deus, há de prover magnificamente a todas as minhas necessidades, segundo a Sua glória, em Cristo Jesus”. ( Fl 4:19).
3- Nunca mais direi que tenho medo, pois
” Deus não deu espírito de timidez, mas de fortaleza, de amor e de sabedoria” (II Tm 1-7).
4- Nunca mais direi que tenho dúvida ou falta de fé, pois
” eu tenho o grau de fé que Deus distribuiu” (Rm 12:3).
5- Nunca mais direi que sou fraco e desprotegido, porque
” o Senhor é o protetor de minha vida” (Sl 26:1) e “aquele que conhece a seu Deus, manter-se-á firme e resistirá” (Dn 11:32).
6- Nunca mais direi que satanás tem supremacia em minha vida, porque
” o que está em mim é maior do que aquele que está no mundo” (I Jo 4:4).
7- Nunca mais direi que estou derrotado, pois
” Deus nos concede sempre triunfar em Cristo” (II Co 2:14).
8- Nunca mais direi que não tenho sabedoria, pois
” Jesus Cristo, da parte de Deus, se tornou para mim sabedoria, justiça, santificação e redenção” (I Co 1:30).
9- Nunca mais direi que estou doente, pois
” fui curado graças às suas chagas” (Is 53:5), e “Jesus tomou as nossas enfermidades e sobrecarregou-se dos nosso males” (Mt 8:17).
10- Nunca mais direi que estou preocupado pois
” confio a Ele todas as minhas preocupações, porque Ele cuida de mim” (I Pd 5:7). Em Cristo estou livre de cuidados.
11- Nunca mais direi que estou preso, pois
” onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade” (II Co 3:17). Meu corpo é templo do Espírito Santo.
12- Nunca mais direi que estou condenado, pois
” já não há nenhuma condenação para aqueles que estão em Jesus Cristo”(Rm 8:1).
FAÇA A SUA LISTA PESSOAL DO NUNCA MAIS
E EMPENHE-SE EM DEUS PARA VENCER!

TAG: ESBOÇOS DE PREGAÇÕES EVANGÉLICAS

Autor: Anísio Renato de Andrade.

Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca


Meu nome é Júlio Fonseca sou Pastor da Igreja de Deus no Brasil na pequena cidade de Anhanguera/Go. Usando a internet para levar a palavra de Deus a todos. Com paz, amor e respeito.

Compartilhe esta postagem

Compartilhe no Facebook

6 Respostas para “ESBOÇOS DE PREGAÇÕES EVANGÉLICAS”

  1. DEUS -LHE ABENÇOE MUITO AMADO-A IRMÃO-Ã,SÃO ABENÇOADAS AS MENSAGENS……

    • marta leila bbarbosa disse:

      passamos hoje por experiências semelhantes a de jacó com seu irmão Esaú….
      Deus abençoe grandemente sua vida, pelas ricas mensagens!!!

  2. Valdo disse:

    Paz Pastor.
    Faltou mencionar o autor dos esboços – Anísio Renato de Andrade.

  3. Em tempo. Os esboços são de minha autoria, exceto “a lista do nunca mais”, que não conhecia.

Faça uma Réplica

© 2014 Ida Gospel. Todos os direitos reservados. site Admin
subir